Marketing digital não é uma solução milagrosa!

Tempo de leitura: 4 minutos

Na publicação de hoje, falaremos do futuro de um canal que alguns empresários estão ignorando, colocando a eficácia das suas estratégias de marketing em risco. 

Se você tem interesse em saber como será a panfletagem do futuro em meio ao cenário de um marketing digital crescente, continue lendo esse artigo que preparamos exclusivamente sobre o tema!

Não é novidade que o marketing convencional vem perdendo espaço para o marketing digital dentro do budget para verbas publicitárias ao longo da última década. Porém, é exatamente esta ascensão avassaladora que provocará uma queda, prevista em menos de 15 anos, na mesma velocidade.

Vejamos esta afirmação através da seguinte perspectiva:

Peter Field, um dos profissionais de marketing mais reconhecido do mundo, afirma que estamos exagerando ao apostar em excesso neste futuro exclusivamente digital, e que precisamos envergar a uma realidade e ter uma visão mais baseada em evidências do que realmente na promessa da eficácia.

Sabemos que o Google Analytics é o “pai de todos” no marketing digital, e é através do painel desta ferramenta que todos os resultados são analisados para, só então, elaborar-se uma próxima estratégia de divulgação e iscas digitais. Acreditar nessa lógica, acredita Peter, é um erro.

O que ele afirma, é que todo o sistema de coleta de informações é baseado em uma falha lógica. Você acredita que as pessoas, ao acordarem do seu sono, vão acessar o Google ou qualquer outro mecanismo de busca em primeiro lugar. E isso não é necessariamente verdade, porque na realidade, a sua jornada do dia pode ter começado com uma conversa com o vizinho, em uma conversa no elevador e, até mesmo, com um motorista de aplicativo. O marketing boca a boca ainda é muito eficaz, porém, o mais difícil de comprovar seus resultados em números.

Unindo o marketing convencional com o digital

Com isto em mente, o melhor dos mundos é unir estratégias de digital com estratégias de mídia offline.

Peter conta que 80% dos clientes impactados por um folheto costumam comprar novamente o produto ou serviço anunciado, sendo mais passíveis de fidelização que clientes impactados por mídias digitais. Na comparação com o meio digital, os índices de recompra ficam na casa dos 50%. Este mesmo número foi obtido em testes com campanhas televisivas.

Já em um case de uma campanha mista, mesclando estratégias de online com offline, o gráfico com os resultados da campanha se mostrou muito mais animador. 

O estudo se baseou em uma campanha publicitária que iniciou no mês de junho, na retomada dos comércios na Europa em plena pandemia de Covid-19, onde a estratégia online foi definida como o principal motor da campanha. Durante 2 semanas, a campanha rodou apenas na internet, envolvendo redes sociais e sites diversos. No início da terceira semana, um flyer de panfletagem foi adicionado como ação complementar às estratégias online. Nos dias que sucederam a entrega, a campanha viu um grande crescimento na geração de leads e, consequentemente, no volume de negócios gerados.

O fato é que, quando trabalhadas em conjunto, as estratégias com sinergia possuem mais impacto, convertendo melhor potenciais consumidores em vendas. Um dos princípios básicos do marketing é promover as marcas, produtos e serviços, valorizando os seus diferenciais, para o público correto. E isso deve ser feito usando as mídias e canais mais adequados para cada situação.

É claro que o marketing digital e a comunicação nas redes sociais já mostraram que conseguem atingir pessoas de forma escalável, e em muitos casos, os anúncios tradicionais e os panfletos ajudam a impactar a esse público, potencializando o resultado do marketing digital.

Os pontos fortes da panfletagem

O marketing convencional através da entrega de folhetos, folders e flyers possui benefícios diferenciados. Um deles é a credibilidade: ao fazer anúncios impressos, há uma transferência de credibilidade vindo da sua própria marca. Afinal, quem lê determinado conteúdo impresso, afirma sentir mais confiança do que em conteúdos online. Ao contrário do que ocorre com anúncio em sites desconhecidos, é possível saber exatamente quais valores são acionados naquela publicação e como eles podem ser relevantes para o seu público.

As pessoas que estão lendo materiais impressos também estão mais focadas que aquelas que veem anúncios online. O motivo é muito simples: elas escolheram ler aquele material e não têm um monte de outras informações brigando por sua atenção. Essa é uma vantagem que pode ser explorada para personalizar mensagens em flyers, malas diretas, folders ou panfletos preparados exclusivamente para a exposição em um tipo específico de evento, por exemplo.

Utilizar estas estratégias em sinergia com as suas estratégias online são a verdadeira chave para o sucesso, dessa forma, você consegue aproveitar o melhor dos dois mundos e garantir o crescimento nas vendas mesmo em tempos difíceis como este que estamos vivendo.

Agora que você já sabe como fundir os dois formatos de divulgação, faça um bom planejamento e comece a divulgar seus produtos e serviços agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *